Greatest Hits

Greatest Hits
Tele-jogo, o videogame de uma geração

Greatest Hits

Greatest Hits
Coletânea de sucessos de uma fita Basf

Greatest Hits

Greatest Hits
O Rockeiros Nacionais também envelheceram

Greatest Hits

Greatest Hits
IoIô da Coca-Cola

Lendas Urbanas dos Anos 80

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

O que viveram já sabem e os que não viveram vão saber agora, que a década de 80 foi extremamente rica em todos os sentidos, são vários acontecimentos que marcaram a época. Pois bem, pensando nessa infinidade de coisas pitorescas resolvi relembrar 2 "ACONTECIMENTOS INUSITADOS", que com certeza tiveram grande repercussão.

 

A SKYLAB

Segundo a wikipédia a Skylab designa a estação espacial estadunidense que foi lançada ao espaço em 14 de maio de 1973, a uma altitude de 435 km, e reentrou na atmosfera, destruindo-se prematuramente, em 1979. O nome também designa a missão Skylab I, que colocou a estação em órbita, e as três missões tripuladas, Skylab II, III e IV que foram lançadas para trabalhar na estação espacial e usavam a nave Apollo.

A Skylab era composta de cinco partes: um telescópio (ATM); um adaptador para acoplagem múltipla (MDA); um módulo selado (AM); uma unidade de instrumentos (IU); e um espaço de trabalho orbital (OWS)

 

Muitos diziam que essa bendita coisa iria cair na terra e todos temeram ter a casa atingida por fragmentos desse indesejável objeto.

 

 

O CAPETA DO VILARINHO

A Avenida Vilarinho é uma das principais avenidas do bairro de Venda Nova em Belo Horizonte. Por lá sempre funcionaram muitos forrós, gafieiras e bailes de todo tipo. Foi num desses bailes, mais precisamente no baile funk das Quadras do Vilarinho, que num dia qualquer do início dos anos 90 teria acontecido a história desta lenda.

 

Foi lá que um rapaz que se aproximou de uma moça durante a noite e chamou-a para dançar. Dançaram por longo tempo e ele era um excelente dançarino, dominando do forró ao funk, do samba ao New Wave. A moça se encantou por ele e acompanhou-o na dança, até que o chapéu do rapaz caiu ao chão. Nesse momento a moça pôde vislumbrar os chifres na cabeça dele, e gritou!

 

Seu grito chamou a atenção de todos, e a comoção foi geral, mas na correria, ninguém conseguiu (ou se atreveu) a capturar o capeta. Alguns dos presentes teriam até afirmado reconhecer patas de bode no capeta em fuga.

 

A notícia se espalhou rapidamente no bairro e alcançou as rádios e TVs de toda a cidade. Repórteres foram enviados ao local para tentar cobrir uma nova aparição do Capeta, mas ele não apareceu mais. Mesmo assim, ficou para história da cidade mais essa lenda, do Capeta do Vilarinho. (Wikipédia)

 

A história do Capeta do Vilarinho correu o Brasil, teve até um conhecido meu que jura de pé junto, ter visto o dubá numa esquina aqui da cidade. Informações mais recentes dão conta de que o referido é na verdade tio avô da @jenny_taylor.

4 comentários:

Postar um comentário

# Antes de comentar, leia o artigo;
# Os comentários deverão ter relação com o assunto;
# Por gentileza não utilize o internetês ou miguxês;
# Quer mostrar seu blog? Use a opção "Open ID";
# Comentários ofensivos ou pessoais serão sumariamente deletados;
# As opiniões nos comentários não refletem a opinião do blog e são de inteira responsabilidade dos seus autores;

Leu as regras? Agora comenta!